Após renúncia de Morales, Bolsonaro comemora 'grande dia' – JBr.

0
8
Após renúncia de Morales, Bolsonaro comemora 'grande dia'   JBr.
Após renúncia de Morales, Bolsonaro comemora 'grande dia' JBr.
Publicidade

Da Redaçãoredacao@grupojbr.com

O presidente Jair Bolsonaro ironizou na noite deste domingo (10) a renúncia do presidente da Bolívia, Evo Morales, após pressão das Forças Armadas e protestos intensos nas grandes cidades do país sul-americano.

Em mensagem nas redes sociais, Bolsonaro escreveu “grande dia”, frase que costuma usar em conquistas de seu governo e contratempos na oposição, como quando o ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) deixou o país após receber ameaças.

Na mesma postagem, o presidente publicou fotografia do dia de sua posse no Palácio do Planalto, vestindo a faixa presidencial. Além de Evo, renunciaram o vice-presidente e os presidentes da Câmara e do Senado.

Apesar da mensagem pública, o presidente reagiu, em conversas reservadas, com cautela à saída do boliviano.

O receio é de que mais uma instabilidade política na América do Sul, somada aos protestos violentos no Chile, possa estimular manifestações populares no Brasil.

Além disso, uma preocupação do entorno do presidente é de que uma crise interna possa afetar a relação comercial entre Brasil e Bolívia, sobretudo o mercado de gás natural.

Apesar de ser de esquerda, Morales chegou a ser elogiado por Bolsonaro no início do ano, após ele ter comparecido à posse do brasileiro. Após o resultado eleitoral na Bolívia, Bolsonaro disse que não pretendia ter problema algum com Morales.

“Ele está de bem comigo e não pretendo ter nenhum problema com ele. Eles querem, inclusive, ampliar a venda de gás para nós”, disse o brasileiro, durante viagem ao Japão.

Você pode gostar

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade