Designer oferece cursos gratuitos para jovens de baixa renda em SP | Razões para Acreditar

0
8
Designer oferece cursos gratuitos para jovens de baixa renda em SP
Designer oferece cursos gratuitos para jovens de baixa renda em SP
PUBLICIDADE ANUNCIE

Mateus Bagatini é um jovem designer da empresa Questtonó, uma das maiores na área de inovação gráfica e comunicação do país. Ele cresceu na periferia de Ribeirão Preto (SP) e se formou em comunicação através do Prouni. Para que jovens de baixa renda tenham a mesma oportunidade, Mateus criou o Design para as Bordas.

“Ter vindo de uma realidade completamente humilde e ter acessado um mundo completamente novo graças à minha ascensão social me abriu ainda mais os olhos sobre como o mundo é desigual, e como os ricos fazem pouco ou quase nada para reduzir a desigualdade social. Acho que temos que dar mais, muito mais”, avalia Mateus.

Mercado desigual

A criatividade é um dos elementos mais importantes para a profissão de designer. Mas só isso não basta. Segundo estudo realizado pelo Firjan SENAI, os profissionais do mercado criativo são compostos, em sua maioria, por pessoas de renda média e alta, dificultando a inserção de pessoas com poucos recursos para financiar a formação que o mercado exige.

Designer oferece cursos gratuitos para jovens de baixa renda em SP 2Foto: Reprodução/Design para as Bordas

“Sempre que tínhamos que contratar alguém vinha a famosa frase: ‘é difícil encontrar o perfil’. E isso acontece pois vivemos em nichos, além dos cursos do mercado criativo serem caros e elitistas. E claro que ter um quadro mais diverso, seja por perfil social ou étnico, só cria ambientes mais ricos e preparados para lidar com a realidade tão diversa que é o Brasil”, explica Mateus.

Designer oferece cursos gratuitos para jovens de baixa renda em SP 3Foto: Reprodução/Design para as Bordas

Levar mais diversidade ao mercado de design, para Mateus, também é corrigir “erros históricos”: “Antes de pensarmos em ganho, acho que é importante lembrar da necessidade de corrigirmos erros históricos, principalmente contra a população negra e os pobres que foram explorados pelas elites. Conseguir formar esses jovens para o mercado criativo, e também encontrar caminhos de inseri-los nesse mercado, se torna uma alavanca para a completa mudança social da vida econômica deles”, esclareceu.

Os cursos

O Design para as Bordas é composto por três cursos principais que são oferecidos gratuitamente aos jovens inscritos: Design de Interface Digitais, Layouts Gráficos e Manipulação de Imagens. O primeiro curso foi realizado em julho deste ano.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Tivemos um curso protótipo que foi incrível. Utilizamos esses cursos curtos para identificar talentos e direcioná-los para estágios em empresas do mercado criativo”, disse Mateus.

Leia também:

O próximo curso é o de Design de Interfaces Digitais e as aulas acontecerão nos dias 9, 16, 23 e 30 de novembro, das 10h às 15h, na empresa Questtonó. Os interessados precisam ter entre 16 e 18 anos de idade, viver em famílias de baixa renda e ser da região metropolitana de São Paulo.

Eles recebem uma bolsa no valor de R$ 200,00. As aulas são ministradas por professores voluntários. Ao final, os alunos saem com atividades prontas para compor um portfólio e aplicar no mercado de trabalho. Inscreva-se clicando aqui.

Designer oferece cursos gratuitos para jovens de baixa renda em SP 4Foto: Reprodução/Design para as Bordas

Parceria com empresas

A ideia do projeto é que as aulas sejam ministradas em empresas para aumentar ainda mais a troca de conhecimentos e a diversidade. O objetivo do Mateus é conseguir que as empresas parceiras financiem as bolsas que são concedidas para os alunos. As empresas interessadas em sediar as aulas ou apoiar o curso financeiramente podem clicar aqui.

“Nós, enquanto designers, publicitários e marqueteiros brancos e ricos, não podemos mais querer decidir e desenhar tudo para todos, é preciso abrir espaços de fala e diversidade para que qualquer criação de solução ou comunicação seja real e embasada em experiências que retratam todos os extratos da realidade brasileira”, finalizou Mateus.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

beija-flor PUBLICIDADE ANUNCIE

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade