Há mais de 20 anos, escola baiana usa meditação para melhorar a concentração e autoconhecimento dos alunos 

0
11
Há mais de 20 anos, escola baiana usa meditação para melhorar a concentração e autoconhecimento dos alunos 
Há mais de 20 anos, escola baiana usa meditação para melhorar a concentração e autoconhecimento dos alunos 
PUBLICIDADE ANUNCIE

A meditação é um excelente recurso para o autoconhecimento e uma escola baiana tem sido pioneira ao adotar a prática meditativa no ambiente educacional. Hoje, 10 de setembro, na Bahia, comemora-se o Dia da Consciência Humana, e o significado da data está intimamente ligado à proposta da Ananda Escola e Centro de Estudos, praticada todos os dias do ano.

A data lembra a necessidade de resgatar valores humanos básicos e buscar praticar atitudes mais tolerantes e fraternas no dia a dia. Em um período tão conturbado como o que vivemos atualmente, esta lição deve começar cedo, o quanto antes. De preferência, no seio familiar e também na escola.

Ajude uma mãe que cuida de quatro filhos com paralisia cerebral

Meditação na escola

Nada de correria, agitação ou confusão. Barulho nos corredores e aparelhos eletrônicos, nem pensar… Há mais de duas décadas, o começo de cada aula na Ananda Escola e Centro de Estudos é um convite ao mergulho interior. No início de cada turno, o silêncio impera nas turmas da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio.

De segunda à sexta-feira, os alunos da escola, localizada em Itapuã, meditam 30 minutos antes das aulas começarem. Exercícios de conectividade são conduzidos pelas educadoras desde que a escola foi fundada, tais como Reflexão, Concentração, Meditação, Percepção, Vibração, Contemplação e Exaltação, incluindo alongamento.

alunos escola meditam círculo
alunos escola meditam círculo

Algumas crianças, como Larissa da Costa Mota, começaram a meditar aos 2 anos, na turma inicial da escola. “No mundo de hoje, com esta vida louca, consumismo exagerado, eu queria proporcionar mais equilíbrio para a minha filha. A escola já foi uma escolha neste sentido”, conta a mãe e professora universitária Hervânia Santana Costa que, desde a gestação da única filha, já buscava por práticas que proporcionassem o equilíbrio e paz interior.

Leia também: Voluntária leva aulas de yoga para mulheres da periferia de São Paulo e eleva autoestima

Hoje, mãe e filha meditam e sentem os efeitos positivos dos exercícios de interiorização. “Tenho o ritual de meditar, pelo menos, dez minutos por dia, logo ao acordar. Larissa medita na escola. Hoje tem 8 anos e é uma criança que tem uma forma de viver diferente, tem muitos insights, uma visão crítica do mundo. Para a idade dela, é muito consciente”.

Pioneirismo

A Ananda – Escola e Centro de Estudos é pioneira e única na prática meditativa no ambiente escolar na Bahia. Além do conteúdo curricular exigido pela Lei de Diretrizes e Bases para cada ciclo, a escola investe na educação integral do ser humano. A meditação não é uma prática isolada. Lá, os alunos têm disciplina de Autoconhecimento e Consciência. O objetivo é despertar desenvolver e expandir os aspectos físicos, psíquicos e moral para desenvolver a genialidade dos estudantes.

alunas meditam em sala de aula
alunas meditam em sala de aula

Concentração e autoconhecimento

Os benefícios estão sendo constatados há mais de duas décadas. Alunos mais concentrados, focados nos estudos e com melhores condições de compreender os conteúdos expostos em sala. E, o mais importante: seres humanos mais atentos a si e ao próximo, mais pacientes e resilientes, conscientes do seu papel no mundo. “Uma mente quieta resolve problemas com facilidade, evita conflitos, é empática, promove a saúde do corpo e aproxima o indivíduo do que é real”, ressalta Luana Oliveira, coordenadora da meditação na Escola Ananda.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Ajude uma mãe que cuida de quatro filhos com paralisia cerebral

Desafios

Engana-se quem pensa que aquietar os pequenos é tarefa difícil. “Na escola, temos a prática com as crianças e vemos a facilidade que possuem de interiorizar por ainda produzirem poucos pensamentos”, acrescenta Luana, lembrando que a mediadora, que no caso é a educadora, adapta a condução considerando a fase de desenvolvimento da turma.

criança praticando meditação escola
criança praticando meditação escola
De olhos fechados, as crianças são conduzidas a relaxar o corpo, atentar para a respiração, observar o que pensam, o que sentem, direcionando sua imaginação com inteligência. “Temos muitos casos em que as crianças levaram a prática da meditação para casa, ensinando os pais a aquietar a mente”, acrescenta.

O Razões e o Educa Mais Brasil te ajudam a conseguir bolsa de estudo para cursos técnicos e profissionalizantes, cursos de idiomas, entre outras, clique aqui.

criança praticando meditação escola
criança praticando meditação escola

criança praticando meditação escola
criança praticando meditação escola

Para qualquer idade

O exercício de interiorização e Autoconhecimento pode ser praticado por crianças e adultos, sem restrições. A educadora especialista em Consciência dá dicas aos pais que querem iniciar o processo com  os filhos.

aluna praticando meditação escola
aluna praticando meditação escola

“Comecem dando o exemplo, promovendo um ambiente propício à interiorização, separando um lugar específico para a meditação e praticando. Durante o processo, perceberão a melhor maneira de conduzir”, aconselha Luana.

“O trabalho do despertar da Consciência não se restringe aos muros da escola. Quanto mais seres humanos mais do que humanos, menor será o caos social. A meditação é uma excelente ferramenta para atingir este objetivo”, afirma Carina Sales, diretora da Ananda – Escola e Centro de Estudos.

Por Fernanda Carvalho; Fotos: Divulgação/Ananda Escola e Centro de Estudos PUBLICIDADE ANUNCIE

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade