- PUBLICIDADE -
Notícias Distrito Federal Academia Buriti retoma atividades nesta segunda-feira – Agência Brasília

Academia Buriti retoma atividades nesta segunda-feira – Agência Brasília

-

A Academia Buriti retorna do recesso nesta segunda-feira (4) com aulas de artes marciais e treinamento funcional totalmente gratuitas, ministradas por profissionais de renome da área. Inaugurado em 13 de agosto de 2020, o projeto da Secretaria de Economia foi pensado para incentivar a prática de atividades físicas e cuidar da saúde mental dos servidores do Distrito Federal em tempos de pandemia.

Coordenada pela Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali) da Secretaria de Economia, a Academia Buriti oferece aulas de Taekwondo, Kickboxing, Jiu-Jitsu, defesa pessoal e funcional, todas transmitidas pelo canal da Economia no YouTube.

Idealizador do projeto, o secretário de Economia, André Clemente, frequenta as aulas semanalmente e comemora os resultados obtidos em 2020. “A Academia Buriti é um dos projetos que desenvolvemos ao longo deste ano com foco na melhoria da qualidade de vida do servidor e no desenvolvimento pessoal. Arte marcial é estratégia, é inteligência, é uma prática para se levar para a vida”, acredita.

O objetivo é continuar auxiliando o servidor e seus familiares a abandonar o sedentarismo, fazer exercícios físicos e adquirir consciência corporal. Mas os benefícios vão além: as atividades ajudam também a combater o estresse e os transtornos de ansiedade. “Acreditamos que a iniciativa já teve impacto positivo, pois tivemos registros de melhoria de ânimo e mais disposição para as rotinas diárias”, analisa a titular da Sequali, Adriana Faria.

É o caso, por exemplo, de Paulo Catanhede, de 50 anos, que é servidor da Secretaria de Educação do Distrito Federal desde 1997. Antes mesmo de ser professor, ele já era praticante de artes marciais e se tornou aluno da Academia Buriti. Faz as aulas dos mestres André e Dada diariamente, acompanhando os vídeos gravados e conciliando com seus horários em teletrabalho.

“As aulas estão ajudando a manter o equilíbrio do corpo e da mente neste momento de grande adversidade. Sou do grupo de risco e moro com idosos. Graças à Academia Buriti, não entrei em depressão”, afirma.

A Academia Buriti ganhou adeptos inclusive no primeiro escalão do governo. Parceira do projeto desde o início, a secretária da Mulher, Ericka Filippelli, participou do primeiro exame de faixa virtual da academia, e passou da faixa branca em taekwondo para a amarela. Entusiasta da modalidade, ela ressalta o avanço para a administração pública de ter a visão e as lições das artes marciais para os servidores. “Me sinto desafiada em todas as aulas, estou muito realizada e feliz porque encontrei, nessa pandemia, uma verdadeira paixão”, comemora.

Time de renome

No tatame, profissionais com currículo internacional garantiram o sucesso da iniciativa. É o caso do grão-mestre André de Oliveira, que comanda os treinos de taekwondo e foi um dos responsáveis por criar a Academia Buriti. O 8º Dan faixa preta tem 45 anos de experiência, é mestre, instrutor, examinador e árbitro internacional. Foi cinco vezes campeão brasileiro, participou de três campeonatos mundiais, foi técnico da Seleção Brasileira de Taekwondo e presidente da Federação de Taekwondo do Estado do Colorado (USA).

 “O principal desafio foi aprender a se reinventar e acreditar nessa nova plataforma virtual, oferecendo aulas diferenciadas que trabalham não só a parte técnica como também a importância das artes marciais como uma forma de buscar qualidade de vida, principalmente na época da pandemia”, resume. “Trazer as artes marciais gera uma nova perspectiva de vida para todos. Ter um servidor saudável física, mental e espiritualmente ajuda no desenvolvimento profissional, na saúde e melhora também a produtividade”, acredita.

Kiko Santoro é o faixa preta de jiu-jitsu que mais conquistou títulos absolutos em Brasília. Com posições de destaque tanto no ranking nacional quanto internacional, é campeão brasileiro, sul-americano e mundial na modalidade. Entre os títulos mais recentes, o Grand Slam Abu Dhabi – etapa Rio de Janeiro. “Tenho orgulho de fazer parte deste projeto, pois tenho oportunidade de participar da vida e mudar a história de uma pessoa para melhor, contribuindo com saúde e conhecimento, possibilitando mais qualidade de vida, melhorando a concentração, aumentando a autoestima, deixando os servidores mais dispostos e saudáveis”, acredita Santoro.

Já o mestre Herbert Dada Inocalla conduz as aulas de defesa pessoal. Ele fundou em Brasília, em 1976, a academia Magka-Isa, onde ensina arnisKali, tai chi chuan, chiKung e yoga.

Altaceste Baptista é o professor de kickboxing. Faixa preta em diversas modalidades de luta como karatê, kickboxing, taekowndo e muaythai, é campeão mundial em diversas das modalidades e tem uma coleção de títulos em competições importantes como Pan-Americanos, Sul-Americanos e campeonatos nacionais.

Kwame de Mello é graduado em Educação Física, faixa preta de Judô (1º Dan – 1990), membro da Confederação Brasileira de Judô e formado pela Academia Sino-Brasileira de Kung FU Wushu (2009). Kwame é habilitado para Prescrição de Treinamento Funcional, Condicionamento Físico, Alongamento e Prevenção de Lesões. O Educador Físico foi colaborador, ainda, do COT (Comando de Operações Táticas do DPF).

Veja a programação semanal da Academia Buriti

* Com informações da Secretaria de Economia

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue LendoRELACIONADAS
Recomendado para você