- PUBLICIDADE -
Notícias Distrito Federal Doações de leite humano em 2020 superam ano anterior...

Doações de leite humano em 2020 superam ano anterior – Agência Brasília

-

Os militares utilizam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para coletar o material | Foto: Divulgação/SSP

As doações de leite materno em 2020 superaram o total recolhido em 2019. Mesmo diante da pandemia, a coleta do material continuou a ser feita pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF). Foram 17.976 litros de leite, o que corresponde a 5,7% a mais que em 2019, quando 17.003 foram doados. O serviço, essencial para abastecimento dos dez bancos de leite e dos dois postos de coleta da rede pública de saúde, passou por modificação nas escalas de trabalho e adaptações para atender demandas seguindo as normas de segurança sanitária.

“A permanência do serviço era imprescindível para a continuidade dos cuidados com os recém-nascidos. Adaptamos nossa rotina e reduzimos o recolhimento para dois dias. Nenhuma doadora ficou sem entregar o leite, pois direcionamos toda a demanda da semana para ser recolhida em menor tempo, ou seja, aumentamos o número de visitas diárias. Importante ressaltar que contamos com o apoio dos servidores da Secretaria de Saúde na coleta”, explicou o comandante do Grupamento de Proteção Civil e Projetos Sociais do CBMDF, tenente- coronel Sinfrônio Lopes.

Aos poucos, os militares retomaram a rotina de recolhimento, que atualmente é feita de segunda a quinta-feira, como explica Lopes. “Entregamos todo o material coletado até quinta-feira para que na sexta-feira o leite seja pasteurizado, pois o processamento feito na semana seguinte ao recolhimento pode ocasionar na perda da validade do produto”, conta.

Proteção

Os militares utilizam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para coletar o material. “Eles utilizam máscara e luvas, além de álcool nas mãos e no material de transporte do leite. Ainda assim, os bombeiros reduziram ao máximo o contato da equipe com as doadoras. Felizmente não houve relato de nenhuma infecção tanto dos militares como das mães devido a coleta”, afirma.

Parceria

Há mais de 30 anos o CBMDF e a Secretaria de Saúde fazem esse trabalho em conjunto. “Já são quase 32 anos de parceria, que é de extrema importância para o Banco de Leite Humano do DF. A confiança e compromisso do Corpo de Bombeiros são fatores importantes e resultam em vidas salvas. Somos muito gratos a cada doadora, funcionário do Banco de Leite Humano, aos bombeiros militares e aos amigos que compartilharam essa corrente do bem. Esperamos que 2021 seja repleto de doações”, comemorou a coordenadora dos Bancos de Leite Humano do DF, Miriam Santos.

Serviço:

O agendamento para que os bombeiros busquem a doação pode ser feito pelo Disque Saúde 160, opção 4, pelo site Amamenta Brasília ou, ainda, por meio do aplicativo disponível em IOS e Play Store. Para saber o protocolo que deve seguir para fazer a doação, acesse o site da Secretaria de Saúde.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue LendoRELACIONADAS
Recomendado para você